Marília e Eduardo

A Marília nos procurou com algumas ideias super inspiradoras.
Seu casamento com Eduardo, no Espaço Tiella, teria uma pegada anos 50. Seu vestido, da Pó de Arroz, era lindo demais, rodado, mais curto. E ela queria usar casquete no cabelo.

A Ma tem muito bom gosto, e sempre que nos reunimos e conversamos, ela esteve tranquila e muito segura do que queria. Arranjos simples, pequenos, que pudessem ser levados de lembrancinha. E flores do campo, mini-rosas, o que fosse delicado.

Recomendamos uma paleta de cores em tons de azul e verde, contrastando com laranja e rosa, que entrariam em detalhes, e nas flores. Também colocamos flores amarelas, para trazer um ar mais alegre. Enquanto as sobretoalhas teriam tons de azul, os prendedores de guardanapo, em laços Chanel, seriam verdes.

E o mesmo tecido das sobretoalhas foi usado para as almofadas do lounge, agregando o azul Tiffany, também.

Marília fez tags para os vasinhos que seriam levados de lembrança, fez ímãs, e fez muitos, muitos tsurus para enfeitar a festa.
Penduramos um “varal” com fotos dela e do noivo, e criamos uma verdadeira estante, com livros que encapamos seguindo a paleta de cores, os tsurus, e porta-retratos que a Ma fez, com mensagens “Fica, vai ter bolo!” e “Fica, vai ter Prosecco!”.

O resultado foi uma festa bem personalizada, a cara do casal. E aqui abaixo, algumas fotos que fizemos quando a decoração ficou pronta.











0 comentários

Túnel do tempo: Leonor e Mario

Já era pra ter saído antes, esse post.
Mas esperamos o dia certo. O dia do casamento deles, 14 de setembro.

“Tia” Leonor e “tio” Mario são os pais da Van, minha amiga querida e amada de infância, irmã sem ter o mesmo sangue. E os pais dela me viram crescer, como os meus a viram, e tivemos sempre uma relação muito, muito próxima.
Por isso a data tinha que ser especial. Além de ser o dia em que se casaram, é o dia em que a Van e Fe, meus padrinhos e afilhados de casamento, se casaram também. E o dia entre o aniversário do Fê e da Van, 13 e 15 respectivamente.

Precisa explicar mais?

A tia Leonor, que está ao nosso lado e conosco, observando de algum lugar muito mais bonito, deve estar contente demais, hoje. Vendo os filhos Van e Fe felizes, e a gente, tentando homenagear o que foi esse dia lindo pra eles e todos que os amam.

E o nosso desejo de mais felicidades fica ainda maior hoje, com tanta coisa especial junta!

0 comentários

Sweet William

Resolvi explorar um pouco mais sobre essa flor, usada no bouquet de Catherine como homenagem ao Príncipe.
Isso porque, como vocês sabem, o trabalho da Fleur d’Épices inclui uma consultoria para identificar justamente pontos especiais como esse: que tipo de mensagem você quer passar com seu bouquet noiva? Homenagear alguém?

Por exemplo, neste fim de semana, um dos bouquets entregues tinha alecrim, por representar a culinária italiana que uniu o casal. O aroma traz boas lembranças.
Outro, tinha folhagem de camélia, para homenagear a avó da noiva, cuja casa era cheia de camélias.

Então, quando Kate apareceu com essa homenagem, pensei “que legal, poderia ter sido um Fleur d’Épices” :)

Sweet William é uma florzinha que é bem conhecida por aqui – não o nome, mas a flor mesmo.
Aqui chamamos de Diantus, ou Dianthus.
Você consegue identificá-la no topo do bouquet, depois que olhar para a foto abaixo e disser “ah, sei qual é!”.

Existem vários tons, e por aqui, os rosados são bem comuns, até.
Semana passada vi uns branquinhos, mas achei que tinham um tom meio “sujo”, não essa coisa alva do bouquet Real.

Para as meninas que namoram William, uma flor bonita, que em maços faz um bouquet bem leve e delicado.
Para as outras, podemos pensar em mil homenagens diferentes!
O que importa é o bouquet ter a cara de seu, de único!

0 comentários

Semana de Casamento Real

Uma foto linda, de uma princesa linda, com daminhas lindas e flores.

Imagem: Patrick Lichfield

0 comentários